Fique por Dentro

Veredas de Guimarães Rosa agonizam no interior de Minas Gerais

20 de outubro de 2016

Leia nos links relacionados (https://goo.gl/zMEseK) série de matérias do repórter Luiz Ribeiro que mostra a crítica situação da seca, agravada por queimadas criminosas, degradação de nascentes, assoreamento de veredas, construção de estradas sem acompanhamento e intervenções diversas, nos municípios de Bonito de Minas, Chapada Gaúcha, Januária, Japonvar, Montes Claros, Urucuia e Arinos.

Projetos do deputado Gil Pereira focam segurança hídrica e convivência com a seca na área mineira da Sudene

Apresentado pelo parlamentar, o Projeto de Lei 530/2015 autoriza o Governo do Estado a isentar os municípios e as associações comunitárias da área mineira da Sudene da cobrança de impostos e taxas sobre a construção de poços artesianos para atendimento à população.

Também de autoria do parlamentar, o Projeto de Lei 2.193/2015 possibilita aplicação de recursos não reembolsáveis do Fhidro para elaboração e implantação de projetos ou sistemas de aproveitamento de águas pluviais ou de reuso de águas residuárias em órgãos ou entidades de municípios mineiros da área mineira da Sudene.

Incluem-se entre essas intervenções: cisternas de placas e de polietileno, barraginhas, barreiros, pequenas barragens e sistemas simplificados de abastecimento de água.

Esses projetos são estratégicos e prioritários no conjunto do seu trabalho, incluindo o período em que foi secretário de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), entre 2011 e 2014. “Tratam-se de projetos fundamentais para melhorar a segurança hídrica da população, além da geração de trabalho e renda”, detalhou Gil Pereira.