Fique por Dentro

Pirapora comemora usina geradora de energia solar fotovoltaica

3 de setembro de 2015

Pirapora comemora usina geradora de energia solar fotovoltaica

Pirapora (Norte de Minas) comemora desde a última sexta-feira (28/08) o anúncio de investimento de R$ 750 milhões pela Solatio Energia em sua usina de energia solar fotovoltaica a ser instalada no município. A multinacional espanhola que desenvolve projetos de energia solar vai construir a geradora com capacidade de 150 MW, após ter participado com sucesso do 1º Leilão de Energia de Reserva 2015 para fonte solar fotovoltaica, realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em São Paulo, com o objetivo de implantar seu empreendimento.

A participação da Solatio Energia corresponde a 18% dos negócios no leilão realizado via internet, com operacionalização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo. A energia elétrica gerada será objeto de Contrato de Energia de Reserva (CER), nas modalidades por quantidade de energia com prazo de suprimento de 20 anos.

O restante do projeto, orçado inicialmente em R$ 1,5 bilhão e com capacidade de 300 MW, deverá ser definido no próximo leilão, previsto para novembro, esclareceu o deputado e presidente da Comissão de Minas e Energia da ALMG, Gil Pereira (PP), que presenciou os lances.

“Os investimentos previstos serão feitos em dois anos. Portanto, a usina vai gerar energia limpa e renovável em agosto de 2017, o que significa ganho muito importante para o Norte de Minas, o Estado e o Brasil”, declarou o parlamentar.

Novo ciclo econômico

Gil Pereira destaca que a implantação da usina solar deverá inaugurar ciclo de forte desenvolvimento e inovação em Pirapora, assim como em outros municípios do Norte de Minas: “Com o objetivo de garantir a Pirapora essa oportunidade, auxiliamos os empresários na interlocução junto à Supram, em Montes Claros (Norte), e à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), além do Ministério Público e do Indi-MG. O prefeito de Pirapora, Léo Silveira, teve também papel fundamental no processo”, esclareceu o parlamentar, apontando sua mesma atuação parlamentar em favor dos outros projetos da Solatio que receberam licença prévia (LP) na semana passada, nos municípios de Francisco Sá e Várzea da Palma.

O deputado Gil Pereira revela que a empresa está otimista com as perspectivas de investimentos e a parceria com a fornecedora de painéis solares, a canadense Canadian Solar: “Estamos trabalhando, em parceria com o governo estadual, para que os canadenses instalem sua fábrica no Norte de Minas”.

Ponto de partida

Em 2013, o deputado Gil Pereira, então secretário de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), esteve em Madri (capital da Espanha), onde apresentou a empresários e representantes governamentais europeus oportunidades de negócios e investimentos nos municípios norte-mineiros. Esse foi o ponto de partida para a implantação da usina solar de Pirapora, além da atual perspectiva de expansão da indústria fotovoltaica no Norte do Estado, com a finalidade de criar polo regional do setor, incluindo toda a sua cadeia produtiva.

Pirapora e outros municípios produzirão energia limpa e sustentável, sem fumaça, gases e resíduos, além da redução da possibilidade de conflitos com outros usos múltiplos das águas do Rio São Francisco (abastecimento, indústria, pesca, irrigação, transporte e turismo). “O ganho ambiental é muito significativo. E, ao atrairmos outras empresas da cadeia produtiva fotovoltaica, o objetivo estratégico é gerar empregos de qualidade (permanentes) e renda, além de potencializar a arrecadação do poder público”, declarou o deputado Gil Pereira.

O início de suprimento da energia gerada a partir de fonte solar fotovoltaica está previsto para 1º de agosto de 2017, conforme as condições do leilão. O preço médio da energia negociada ficou em R$ 301,79 por MWh (reais por megawatt-hora), o que ocasionou deságio médio de 13,53% em relação ao preço inicial.

“Minas Gerais e o município de Pirapora ganharam uma das maiores usinas geradoras solares do mundo. A princípio, serão 150 MW de energia limpa e renovável gerados no Norte de Minas. Com isso, o Estado está na vanguarda da mudança da matriz energética nacional, tão necessária nesse momento de forte crise no setor”, disse Gil Pereira.

Deputado Gil Pereira acompanha resultado do leilão de energia solar fotovoltaica em São Paulo, ao lado do presidente da Solatio Energia, o economista espanhol Pedro Varquer Brunet, e executivos da canadense Canadian Solar, fornecedora de painéis solares e parceira no empreendimento | Foto: Divulgação

Deputado Gil Pereira acompanha resultado do leilão de energia solar fotovoltaica em São Paulo, ao lado do presidente da Solatio Energia, o economista espanhol Pedro Vaquer Brunet, e de executivos da canadense Canadian Solar, fornecedora de painéis solares e parceira no empreendimento | Foto: Divulgação