Fique por Dentro

Norte de Minas: Consórcio EDF/Canadian inicia energização da Planta Solar de Pirapora

24 de agosto de 2017

Norte de Minas: Consórcio EDF/Canadian inicia energização da Planta Solar de Pirapora

Em São Paulo (SP), ao lado do deputado Gil Pereira e de especialistas em energias renováveis dos setores público e privado, o anúncio histórico foi feito nesta quinta-feira (24/08/17) na Intersolar South America, maior evento mundial do setor, pelo diretor-geral da EDF – Energies Nouvelles (EDF EN do Brasil), Paulo Abranches, empresa francesa que detém 80% do empreendimento: a maior usina fotovoltaica da América Latina.

“Iniciada nesta quarta-feira (23/08), a energização da Plantar Solar de Pirapora, com conexão à rede de transmissão da Cemig, atingirá a marca de 191 MWp no período de até 2 semanas. No 1º semestre de 2018, entrará em operação sua capacidade instalada total de 411 MWp, conforme solicitação dos empreendedores atendida pelo Ministério de Minas e Energia (MME). Com 1,2 milhão de placas fotovoltaicas instaladas, o investimento total chega a R$ 2 bilhões”, destaca o deputado Gil Pereira.

Trata-se da primeira planta de geração solar do Brasil implantada com 100% de painéis fotovoltaicos de fabricação nacional, fornecidos pela unidade industrial da Canadian Solar, em Sorocaba (SP).

A implantação está sendo executada por consórcio empresarial grego, que conta com os melhores engenheiros e técnicos do mundo, incluindo países como França, Espanha e Portugal. Outro diferencial da planta solar de Pirapora: é o primeiro projeto a receber financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A francesa EDF possui atualmente 10 mil GW de capacidade instalada em energias renováveis no mundo, 20% dos quais referentes à geração solar fotovoltaica, considerando somente seus empreendimentos próprios.

Ambiente

Apesar de o momento econômico apresentar desafios aos investidores, o ambiente da Intersolar South America 2017 é de otimismo devido ao marcante crescimento verificado e à perspectiva no setor solar fotovoltaico, especialmente diante do leilão de energias renováveis marcado para o final deste ano.

O MME publicou no dia 07/08/17 a portaria 293/2017 estabelecendo as diretrizes para a realização de leilões de energia nova. Será realizado um leilão do tipo A-4 e outro do tipo A-6, em dezembro de 2017. De acordo com a portaria, o prazo para entrega de documentos, de que trata o caput, será até o meio-dia do dia 6 de setembro de 2017. Os certames negociarão contratos para UHEs, eólicas, solares e térmicas a gás, biomassa e carvão.

“Representa conquista nossa, com solicitação diretamente atendida pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho (foto). Especialistas preveem que o Brasil poderá ficar entre os maiores mercados de energia solar no mundo até o fim deste ano”, considera o deputado Gil Pereira, que esteve ao lado de outro palestrante, Marco Moroni, responsável por Finanças da italiana Enel Green Power – Brasil & Uruguai, maior empresa do setor no mundo, durante o painel Financiamento de Usinas FV de grande escala no Brasil. O debate contou também com representantes do BNDES e do Banco do Nordeste (BNB).