Fique por Dentro

MONTES CLAROS: Deputado Gil Pereira participa do lançamento do cartão FNE

23 de março de 2016

MONTES CLAROS: Deputado Gil Pereira participa do lançamento do cartão FNE

Presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa (ALMG), o deputado Gil Pereira (PP) participou no ultimo dia 18/03/16, em Montes Claros, do lançamento do Cartão FNE, criado para facilitar a aquisição de bens e insumos financiados com o Fundo Constitucional de Financiamentos do Nordeste (FNE).

“Trata-se de iniciativa muito importante para os empreendedores dos municípios da área mineira da Sudene, pois significa acesso desburocratizado ao crédito do Banco do Nordeste (BNB)”, declara o deputado Gil Pereira.

Empresas da região interessadas em acessar as linhas de crédito do FNE de forma mais ágil e segura podem procurar o Banco do Nordeste para solicitar o cartão.

O produto, voltado inicialmente para micro e pequenas empresas, permite realizar contratações no âmbito das linhas de longo prazo e capital de giro com base em linha de crédito rotativa e com limite pré-aprovado. Entre os itens financiáveis, está a compra de matéria-prima, insumos e mercadorias necessárias à constituição de estoque, além da aquisição de máquinas, veículos e equipamentos.

Juros

Os juros do Cartão FNE são de 15,89% a.a. (somente para a parcela do FNE), no caso do capital de giro; e 11,18% a.a. no caso de contratação para investimento (crédito de longo prazo). O limite de crédito pode chegar até R$ 1 milhão, de acordo com a avaliação do cliente. Em Minas Gerais, o Banco do Nordeste atende 168 municípios, integrantes da área mineira da Sudene.

Os clientes terão direito a bônus de adimplência (pagamento em dia) de 15% sobre os juros do FNE e poderão parcelar as operações em até 72 meses no momento da compra. Quatro credenciadoras estão habilitadas para transacionar com o Cartão FNE (Cielo, Rede, Getnet e Global Payments), contribuindo para maior capilaridade no atendimento.

São alguns dos bens financiáveis do Cartão FNE: veículos, móveis, utensílios, máquinas, equipamentos, além de matéria-prima e insumos para a indústria, insumos utilizados por empresas turísticas e de prestação de serviços e mercadorias destinadas à constituição de estoques de empresas comerciantes.

FNE

Operacionalizado pelo Banco do Nordeste, o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) foi criado em 1988 como instrumento de política pública federal que objetiva contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste, abrangendo também a área mineira da Sudene e parte do Espírito Santo.

Provido de recursos federais, o FNE financia investimentos de longo prazo e, complementarmente, capital de giro ou custeio. Além dos setores agropecuário, industrial e agroindustrial, também são contemplados com financiamentos os setores de turismo, comércio, serviços, cultural e infraestrutura.

Legendas das fotos:

1) Deputado Gil Pereira, durante seu pronunciamento

2) Diretor Financeiro e de Crédito do BNB, Romildo Carneiro Rolim; diretor da Sociedade Rural de Montes Claros, Rômulo Labarte Marques; e deputado Gil Pereira

3) Coordenador Estadual do Dnocs em Minas Gerais e presidente da Regional Norte da Fiemg, Adauto Marques Batista; superintendente Estadual do Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, João Nilton Castro Martins; presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL – Montes Claros), Gilberto Eleutério dos Santos; diretor Financeiro e de Crédito do BNB, Romildo Carneiro Rolim; e deputado Gil Pereira.