Fique por Dentro

Minas receberá mais R$ 160 milhões em geração solar distribuída, até 2021

22 de agosto de 2020

Minas receberá mais R$ 160 milhões em geração solar distribuída, até 2021

A luta por mim iniciada em 2011 rende frutos mesmo na crise! Empresa Evolua prevê gerar 700 empregos diretos e atender 3,6 mil consumidores, com desconto nas contas de energia, começando por planta em Pirapora, com capacidade de 7,5 MW e investimento de R$ 25 milhões. A propósito, nosso Estado já lidera o ranking nacional de GD (20% do total produzido)”, destaca o deputado Gil Pereira, presidente da Comissão das Energias Renováveis e dos Recursos Hídricos da ALMG.

 

O Estado colhe hoje os frutos do trabalho legislativo de estímulo ao setor, desenvolvido pelo parlamentar no período, com destaque no caso da geração distribuída para sua Lei nº 22.549/17, que garante isenção do ICMS para usinas até 5 MW. “A luta que travei pela inovadora legislação estadual nos tornou campeões nacionais em GD solar, além de sermos referência em grandes usinas (GC)”, explicou o deputado Gil Pereira.

 

Apesar da pandemia, empresas como a Evolua estão mantendo seus especialmente no Norte de Minas, região que detém uma das melhores irradiações solares do mundo.

 

A vantagem de se aderir ao serviço (sistema de fazenda solar) é a ausência de investimento inicial. O interessado precisa apenas escolher um dos planos, tudo pela internet, e a empresa cuidará de injetar a energia contratada na rede de distribuição, com a oferta de até 20% na conta de luz do cliente, sem fazer qualquer adequação.

 

A gente oferece energia para quem não tem capacidade financeira ou técnica para instalar a energia solar em seu comércio, indústria ou condomínio. Fazemos o investimento e oferecemos aos consumidores desconto na conta da distribuidora. A gente injeta energia em nome dele no sistema e tudo ocorre de forma automática”, diz Tarcísio Neves, que comanda a Evolua, ressaltando que, apesar de ser um consórcio, a empresa se responsabiliza em caso de prejuízo, arcando também com os riscos.

 

Ele explica que tudo é feito de acordo com a realidade de cada cliente: “Se, por exemplo, um restaurante na Savassi (BH) aderir ao nosso serviço, vamos nos adequar à demanda dele. Informamos à Cemig que estamos injetando energia em nome dele e ele recebe desconto na conta.”