Fique por Dentro

MINAS E ENERGIA | DEBATE PÚBLICO: Comissão da ALMG avalia implantação de fábrica de silício grau solar no Estado

2 de setembro de 2016

A Comissão de Minas e Energia da ALMG realizará debate público em que será avaliada a possibilidade de implantação de fábrica de silício grau solar no Estado, preferencialmente no Norte de Minas. O requerimento foi apresentado pelo presidente da comissão, deputado Gil Pereira (PP).

Além de autoridades governamentais dos setores de energia, indústria e tecnologia, o evento reunirá representantes de entidades de classe, associações empresariais, instituições financiadoras, investidores, empreendedores, técnicos especializados, estudantes e professores universitários.

“O objetivo é discutir medidas de incentivo à implantação de um empreendimento desse segmento industrial, sendo o principal insumo empregado na produção de células e painéis solares fotovoltaicos”, explica o deputado Gil Pereira.

O Brasil é o um dos maiores produtores mundiais de silício grau metalúrgico (cerca de 200 mil toneladas por ano), e a diversificação do foco na produção agregaria alto valor ao produto, com o incremento e ampliação da cadeia produtiva do setor solar fotovoltaico.

Atualmente, o chamado silício grau metalúrgico é comercializado a aproximadamente US$ 1,50 o quilo. Caso a fábrica de silício grau solar seja implantada, o preço do material subiria para faixa entre US$ 30,00 e US$ 60,00, dependendo da qualidade obtida.

As medidas citadas também contribuiriam para o fortalecimento de toda a cadeia produtiva nesse segmento em que o Estado, sobretudo o Norte de Minas, tem grande potencial de geração de energia elétrica.