Fique por Dentro

Governo do Estado revoga suspensão do Projeto Jequitaí

17 de abril de 2020

O governador Romeu Zema revogou a suspensão do Projeto Jequitaí, evitando prejuízos também a Francisco Dumont, Engenheiro Navarro, Claro dos Poções, Buritizeiro, Lagoa dos Patos, Joaquim Felício, dentre outras.

 

Outra importante vitória para o nosso Norte de Minas! Graças aos meus esforços junto ao secretário de Governo, Igor Eto, que atendeu meu apelo e intercedeu em favor da continuidade do projeto, em que já investimos R$ 176 milhões e há mais R$ 80 milhões na conta do governo estadual, depositados via Codevasf. Agradeço, ainda, o apoio do presidente da Assembleia, Agostinho Patrus. Vamos em frente!”, declarou o deputado Gil Pereira.

 

A área de influência direta do Projeto Jequitaí envolve 12 municípios norte-mineiros, totalizando uma população superior a 587,2 mil pessoas. São eles: Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Jequitaí, Lagoa dos Patos, Várzea da Palma, Pirapora, Buritizeiro, Coração de Jesus, Joaquim Felício, Bocaiuva e Montes Claros.

 

Antiga reivindicação

O projeto é de responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em parceria com o governo estadual. Antiga demanda da população norte-mineira, o convênio para sua implantação foi celebrado em 2011, durante a gestão do deputado Gil Pereira como secretário de Estado, quando também foram iniciadas as obras.

Reforço hídrico

Após o término da sua implantação, o Projeto Jequitaí beneficiará, direta e indiretamente, cerca de 700 mil pessoas em uma das regiões mais carentes do Estado, historicamente castigada por longos períodos de seca.

Entre as suas principais finalidades, destacam-se: o abastecimento humano; a agricultura irrigada; a regularização de vazões e o controle de cheias; a piscicultura; o turismo; e o potencial de geração de energia elétrica. A produção agrícola anual estimada é superior a 520 mil toneladas de alimentos (principalmente fruticultura), quando o projeto estiver inteiramente implantado.

O Projeto Jequitaí faz parte do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. Pertencente à bacia, garantirá o lançamento de 34 m³/s de água no rio, volume superior ao necessário à transposição: 26 m³/s.