Fique por Dentro

GERAÇÃO CENTRALIZADA: Leilão de energia nova A-4 tem 1.528 projetos inscritos, informa EPE

30 de janeiro de 2020

Fonte solar fotovoltaica lidera a lista. Minas totaliza 3.722 MW em oferta
 
Um total de 1.528 projetos de geração de energia, somando 51.438 MW de capacidade instalada, foram cadastrados para o leilão de energia nova A-4 deste ano, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Previsto para ser realizado em 28 de maio, o certame negociará energia de novos empreendimentos (usinas geradoras) com início de fornecimento daqui a quatro anos (2024).
 
“Além dos benefícios ambientais, cada 5 MW gerados correspondem a R$ 1 milhão de retorno de arrecadação em 4 anos para o município que sedia o empreendimento. Uma usina solar de 1 GW gera, aproximadamente, 3 mil empregos”, destacou o deputado Gil Pereira, presidente da Comissão das Energias Renováveis e dos Recursos Hídricos da ALMG.
 
 
A fonte solar fotovoltaica lidera a lista, em número de projetos e em oferta. Foram inscritos um total de 794 empreendimentos do tipo, totalizando 28.667 MW de capacidade instalada. Ou seja, mais da metade (55,7%) da oferta cadastrada é relativa a projetos de fonte solar. Dos 5 estados com maior cadastramento solar, 3 apresentaram crescimento: BA, CE e MG, este com 3.722 MW.

A segunda principal fonte em número de usinas inscritas é a eólica, com 659 projetos e 20.825 MW. Também estão inscritas 54 hidrelétricas de diferentes portes. Juntas, elas totalizam 801 MW de potência instalada. Completam a lista 21 projetos de termelétricas a biomassa, somando 1.145 MW de capacidade.
 
A fonte fotovoltaica cadastrou a maior potência de projetos, sendo 28,6 GW divididos em 794 empreendimentos. O crescimento foi de 9,1% em relação ao último cadastramento (A-4 2019), no qual foram registrados 26,3 GW. Observa-se um aumento de potência cadastrada de projetos fotovoltaicos e diminuição da fonte eólica.