Fique por Dentro

FONTES RENOVÁVEIS: Até junho de 2017: MME garante Leilão de Energia de Reserva

9 de fevereiro de 2017

FONTES RENOVÁVEIS: Até junho de 2017: MME garante Leilão de Energia de Reserva

Ao deputado Gil Pereira, ministro Fernando Coelho Filho também confirma visita em março à Usina Solar de Pirapora (MG) e sua inauguração em agosto

O mercado brasileiro de energias renováveis recebeu nesta quarta-feira (08/02/17) importantes e positivos anúncios em Brasília. Ao receber em audiência o deputado Gil Pereira e empresários do setor, o ministro de Minas e Energia (MME), Fernando Coelho Filho assegurou a realização do Leilão de Energia de Reserva – 2017, destinado à contratação de energia elétrica proveniente de novos empreendimentos de geração a partir das fontes renováveis, incluindo solar fotovoltaica e eólica.

“O ministro Fernando Coelho Filho também nos confirmou visita em março à planta de energia solar que está sendo instalada no município de Pirapora (Norte de Minas), pela multinacional espanhola Solatio/Canadian, além da sua inauguração em agosto, com capacidade prevista de 410 MWp”, informa o deputado Gil Pereira (PP), que preside a Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de MG.

Participaram da audiência os deputados federais João Fernando Coutinho (PSB/PE) e Dagoberto Nogueira Filho (PDT/MS), que também incentivam o desenvolvimento das energias renováveis. Presentes ainda à reunião: secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Eduardo Azevedo; gerente-geral da Canadian Solar – América Latina, Alejandro Moreno; presidente da Solatio Energia, Pedro Vaquer Brunet; e sócio-diretor da Solatio, Roberto Devienne.

 Norte de Minas

O consórcio multinacional Solatio/Canadian participará do leilão de energia de reserva a ser realizado até junho de 2017, quando poderá superar o total do investimento projetado de R$ 1,5 bilhão na Usina Solar de Pirapora, no Norte de Minas, que será a maior da América Latina e uma das maiores do mundo.

“Prosseguimos trabalhando para que Minas seja não somente protagonista, mas vanguarda em energias renováveis, especialmente a solar fotovoltaica, declara o deputado Gil Pereira, incentivador desse tipo de energia, desde que esteve à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), entre 2011 e 2014, durante a gestão estadual de Antonio Anastasia (PSDB) e Alberto Pinto Coelho (PP).

 Fábrica de painéis

 O deputado Gil Pereira participou no dia 08/12/16, em Sorocaba (SP), da inauguração da primeira fábrica de módulos fotovoltaicos da Canadian Solar, ao lado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Eduardo Azevedo; do CEO da Canadian Solar, Shawn Qu; e do embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone.

À época, o deputado Gil Pereira falou sobre a importância da nova unidade, considerada a maior do gênero no país: “Trata-se da primeira fábrica de painéis fotovoltaicos da multinacional, uma das líderes do segmento no mundo. A produção inicial será destinada à Usina Solar de Pirapora (MG), empreendimento resultante de parceria com a espanhola Solatio Energia. Um marco para o Norte de Minas e o Brasil”, afirmou ele.

Foram investidos R$ 80 milhões em nova linha de produção na fábrica da Flextronics, com capacidade de aproximadamente 400 MWp anuais (1 milhão de painéis), onde serão produzidos os equipamentos fotovoltaicos com tecnologia da multinacional Canadian. Se considerados os postos de trabalho indiretos, a expectativa é gerar até 2 mil novas vagas.

O projeto foi trazido para o Brasil com apoio da Agência de Promoção de Investimentos e Exportações do Governo do Estado de São Paulo (Investe São Paulo) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Investimento anunciado

Uma das maiores companhias do mundo no segmento de energia renovável, a Canadian Solar realizou no dia 17/06/16, em São Paulo, anúncio oficial de investimento no país de R$ 2,3 bilhões. O montante será utilizado na implantação de projetos que superam 390 megawatts-pico (MWp) em energia solar fotovoltaica, boa parte dos recursos sendo destinados à Usina Solar de Pirapora (MG), em parceria com a multinacional espanhola Solatio Energia.

CEO da Canadian Solar, o chinês Shawn Qu estima que o Brasil será o quinto colocado do mundo a produzir mais energia solar fotovoltaica.

“A Canadian Solar tem portfólio de projetos solares no Brasil que deverão entrar em operação comercial em 2017 e 2018. A nova fábrica irá fornecer os produtos para nossos empreendimentos e o mercado interno”, comentou Shawn Qu, fundador da empresa no Canadá. A receita líquida da companhia somou US$ 3,5 bilhões em 2015.