Fique por Dentro

Ferroligas: encaminhada solução do problema da energia cara fornecida ao setor no Estado

1 de outubro de 2015

Ferroligas: encaminhada solução do problema da energia cara fornecida ao setor no Estado

Prossegue o encaminhamento de solução para a crise provocada pelo alto custo da energia elétrica utilizada pelo setor de ferroligas e de silício metálico (indústrias eletrointensivas), que se concentra no Norte de Minas e em outras regiões.

“Foi aprovado na Comissão Mista parecer do relator sobre a Medida Provisória 677/15, senador Eunício Oliveira (PMDB/CE), que encaminha solução para fornecimento de energia elétrica a preços mais baixos, portanto competitivos, ao setor mineiro de ferroligas”, informa o deputado Gil Pereira (PP), que preside a Comissão de Minas e Energia da ALMG, e tratou do caso diretamente junto ao senador Eunício Oliveira, em Brasília.

Gil Pereira esclarece que a matéria passará ainda pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

“Durante audiência no seu gabinete em Brasília, em junho, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) atendeu nossa solicitação para apresentação de emendas à Medida Provisória 677/15, de modo a contemplar Minas Gerais. A de nº 46 foi acatada, o que significa que haverá efeito prático com a criação do Fundo de Energia do Sudeste e do Centro-Oeste (FESC) e a garantia de energia elétrica aos consumidores dos setores de ferroligas e de silício metálico, ou de magnésio”, esclareceu o deputado Gil Pereira.

O deputado Gil Pereira vem acompanhando o assunto desde o início, inclusive como interlocutor direto junto ao diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Donizete Rufino, e ao secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Luiz Eduardo Barata.

Desemprego  

Onda de paralisação de instalações e desemprego já atinge as empresas instaladas em Pirapora (mais de três mil demissões) e outras cidades da região, como Várzea da Palma, Buritizeiro, Capitão Enéas e Bocaiúva, no Norte de Minas. “No último dia 1º de julho, trabalhadores, empresários e representantes das administrações municipais paralisaram durante manifestação trecho da rodovia BR-365, sobre a ponte Engenheiro Antônio Pimenta, entre Pirapora e Buritizeiro”, lembrou Gil Pereira

A Medida Provisória 677/15, editada pelo governo federal, garante energia elétrica a menor custo para o setor de ferroligas e silício metálico. Entretanto, a MP vale, como foi publicada, somente para as empresas do Nordeste do País. Por isso o deputado Gil Pereira luta para estender seus efeitos para o Estado, especialmente o Norte de Minas. O setor exporta R$ 3,7 bilhões por ano, sendo responsável pela geração de 50 mil postos de trabalho em Minas.