Fique por Dentro

Congonhas: projeto prioritário do Dnocs

26 de outubro de 2017

Congonhas: projeto prioritário do Dnocs

Ao ser recebido em Fortaleza (CE) nesta quarta-feira (25/10/17) pelo diretor-geral do Dnocs, Angelo José de Negreiros Guerra, o deputado Gil Pereira reafirmou a importância da retomada dos principais projetos para reforço à infraestrutura hídrica e de convivência com a seca no Norte de Minas, com destaque para a Barragem de Congonhas, a ser construída na divisa entre os municípios de Itacambira e Grão Mogol (Norte de Minas).

“Solicitei que interceda pela retomada imediata de Congonhas, mediante nova licitação necessária. Ele garantiu seu empenho em favor do projeto, diante da seca que castiga Montes Claros e a região há 6 anos. O empreendimento perenizará o Rio Congonhas. Ao lançar água no Reservatório de Juramento, contribuirá para garantir o abastecimento de Montes Claros pelos próximos 50 anos. Também permitirá a perenização do Rio Verde Grande (afluente do São Francisco), que tem mais de 5 mil hectares de culturas irrigadas”, explicou o deputado Gil Pereira.

Outro impacto positivo da Barragem de Congonhas: a perenização do Rio Congonhas aumentará também a vazão do Rio Itacambiraçu (Bacia do Jequitinhonha), beneficiando os municípios de Grão Mogol, Itacambira, Cristália e Botumirim. “Sua construção propiciará o surgimento de novas áreas de agricultura irrigada nessa região, criando melhores perspectivas econômicas para os moradores”, ressaltou o deputado Gil Pereira.

Entre os principais objetivos de Congonhas, destaca-se o abastecimento do sistema de água do município de Montes Claros, seriamente comprometido pela seca que mantém o Reservatório de Juramento em volume crítico, provocando racionamento. A cidade possui 450 mil habitantes e outros 100 mil flutuantes, por ser a cidade polo regional educacional, comercial e industrial.

Reivindicação histórica do Norte de Minas, o projeto é estratégico no conjunto do trabalho parlamentar do deputado Gil Pereira: o convênio para construção da Barragem de Congonhas foi celebrado com o Dnocs durante sua gestão à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas (Sedinor).