Fique por Dentro

CANADIAN SOLAR ANUNCIA INVESTIMENTO DE R$ 2,3 BILHÕES NO BRASIL

21 de junho de 2016

CANADIAN SOLAR ANUNCIA INVESTIMENTO DE R$ 2,3 BILHÕES NO BRASIL

Uma das maiores companhias do mundo no segmento de energia renovável, a Canadian Solar realizou no dia 17/06/16, em São Paulo, anúncio oficial de investimento no País de R$ 2,3 bilhões.

O montante será utilizado na implantação dos projetos de cerca de 400 megawatts-pico (MWp) em energia solar fotovoltaica, boa parte dos recursos sendo destinados à Usina Solar de Pirapora (MG), cujo investimento projetado atinge R$ 1,5 bilhão, em parceria junto à multinacional espanhola Solatio Energia, com tendência de ampliação.

Além disso, serão investidos R$ 80 milhões em nova linha de produção na fábrica da Flextronics em Sorocaba (SP), com capacidade de 350 MWp anuais, onde serão produzidos os painéis solares utilizados com tecnologia da Canadian Solar. “A produção atenderá aos mercados de geração distribuída (GD) e geração centralizada (GC). Início de operação previsto para setembro de 2016”, informou o presidente da Comissão de Minas e Energia da ALMG, deputado Gil Pereira (PP).

O deputado Gil Pereira falou sobre a importância da decisão: “Trata-se de fábrica pioneira de porte e primeira categoria a ser implantada no País por um player internacional. Nosso objetivo é levar unidade semelhante para o Estado, especialmente o Norte de Minas, que detém o 4º melhor ponto de irradiação solar do território nacional, conforme estudo da Cemig”.

Ceo da Canadian Solar, o chinês Shawn Qu estima que o Brasil será o quinto colocado do mundo a produzir mais energia solar fotovoltaica.

A ideia inicial da companhia era ter uma fábrica própria no Brasil, mas a solução encontrada veio para minimizar o risco e a resistência dos sócios estrangeiros. “Há um acordo de cooperação, transferência de tecnologia. Eles estão assumindo a posição da fabricação, mas a Canadian é dona da marca e do produto”, disse ao jornal Valor Econômico o gerente-geral da Canadian no Brasil, Wladimir Janousek. A Flextronics, diz ele, vai atuar como uma “terceirizada”.

A expectativa da Canadian é utilizar até 80% de crédito do BNDES e financiar o restante dos investimentos com capital próprio.

O projeto de ampliação da fábrica de Sorocaba vai gerar 400 empregos diretos e 1.500 indiretos, com capacidade anual de produção de 350 MWp de painéis. O início da operação está previsto para setembro. Segundo Janousek, os projetos da companhia têm demanda para a produção nos próximos anos, mas a possibilidade de fornecimento de painéis para outros não está descartada.

A Canadian Solar foi fundada no Canadá pelo chinês Shawn Qu. A receita líquida da companhia somou US$ 3,5 bilhões em 2015.

Os projetos em implementação foram obtidos em leilões de energia de reserva (LER) em 2014 e 2015.

A Associação Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atuou desde o início na atração dos investimentos para o País, em parceria com a Investe São Paulo. As conversas para atração dos investimentos tiveram início em 2013, antes do primeiro leilão de energia solar, que aconteceu em 2014.

Segundo Maria Luísa Cravo Wittenberg, gerente de investimentos da Apex-Brasil, foi feito estudo da competitividade do Brasil, para depois identificarem empresas que atuam no segmento.