Fique por Dentro

BNB divulga linhas de crédito para investimentos no Norte de Minas

30 de março de 2017

“O Banco do Nordeste (BNB) desempenha papel estratégico de fomento ao desenvolvimento do Norte de Minas, por apoiar de modo eficaz desde o micro até o grande empreendedor. Cito exemplo de Montes Claros que ocupa a 23ª posição em termos de IDH, o que não seria possível hoje sem a sua atuação. Produto financeiro resultante da nossa reivindicação, o FNE Sol já viabilizou sistemas de micro e minigeração de energia solar fotovoltaica em várias fazendas e empreendimentos da região. É preciso que o banco divulgue melhor as oportunidades disponíveis para as empresas mineiras, iniciativa com a qual contribuiremos por meio de audiência pública na ALMG”.

A declaração foi dada pelo deputado Gil Pereira, que participou de encontro empresarial na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) promovido pelo Banco do Nordeste, ao lado de dirigentes da instituição, representantes do Governo do Estado e empresários dos setores de energia e de fármacos, entre outros.

Os empreendimentos de geração de energia a partir de fontes renováveis ocupam lugar de destaque nas atividades de financiamento do Banco do Nordeste. Em 2017, considerando toda a sua área de atuação no país, existem propostas de investimentos da ordem de R$ 9 bilhões, estando cerca de R$ 2,5 bilhões já aprovados. “O incentivo financeiro oferecido é bastante interessante, com taxas, carências e prazos mais favoráveis do que os praticados pelo mercado, havendo ainda tendência de redução percentual a partir da próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), nos dias 11 e 12 de abril”, informou o deputado Gil Pereira.

O diretor de Negócios do BNB, Antônio Rosendo Neto Júnior, anunciou que há R$ 1,1 bilhão de recursos disponíveis para o Norte de Minas em 2017, além de mais R$ 1 bilhão para aplicação específica em infraestrutura.

A importância de se mapear em detalhes as potencialidades regionais a fim de colocá-las em funcionamento foi ressaltada pelo diretor de Planejamento, Perpétuo Cajazeiras. “Completaremos 65 anos de fundação como maior banco de desenvolvimento regional da América Latina, com destaque para o volume de microcrédito produtivo (2,2 milhões de clientes ativos). Para 2017, orçamento de R$ 26,1 bilhões com recursos do FNE com reserva de infraestrutura (R$ 11,4 bilhões)”, explicou o executivo.

Confira mais informações