Fique por Dentro

BARRAGEM DE JEQUITAÍ: Deputado Gil Pereira cobra reinício imediato das obras

22 de março de 2018

BARRAGEM DE JEQUITAÍ: Deputado Gil Pereira cobra reinício imediato das obras

“Nosso apelo ao ministro da Integração, Helder Barbalho, foi a alocação de R$ 74 milhões para recomeço imediato das obras da Barragem de Jequitaí, com nova licitação e indenizações restantes (25% apenas) da área do lago. E remanejamento orçamentário de R$ 135 milhões para o seu prosseguimento. Reivindicação histórica do Norte de Minas, é alternativa viável para equacionar o problema de Montes Claros, que enfrenta grave racionamento de água, além da geração de 100 mil empregos diretos e indiretos (agricultura irrigada)”.

A declaração foi dada pelo deputado Gil Pereira, logo após audiência em que liderou o apelo feito ao ministro Helder Barbalho, nesta quarta-feira (21/03/18), em Brasília (DF). Além do deputado Saraiva Felipe e do presidente Amams e prefeito de Bonito de Minas, Zé Reis, também participaram da reunião os prefeitos Joaquim Isidoro de Oliveira (Jequitaí); Eduardo Rabelo (Francisco Dumont); e Norberto Marcelino de Oliveira Neto (Claro dos Poções); o superintendente Regional da Codevasf/MG, Rodrigo Rodrigues; o secretário-executivo da Amams, Ronaldo Dias; e José Valter Alves (Valtinho da Emater), representando a prefeita de Bocaiuva, Marisa Alves.

O empreendimento de uso múltiplo da água está sendo executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) e faz parte do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. Antiga demanda da população norte-mineira, o projeto é estratégico no conjunto do trabalho parlamentar do deputado Gil Pereira: o convênio para construção da Barragem de Jequitaí foi celebrado com a Codevasf durante sua gestão à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas (Sedinor), no Governo de Antonio Anastasia, quando também foram iniciadas as obras.

Obra hídrica

“A obra hídrica é a maior prioridade para a região. Ela vai garantir o abastecimento de diversos municípios, inclusive Montes Claros. Com este importante empreendimento, a Companhia vai levar mais desenvolvimento para a região”, afirmou o presidente da Codevasf, Avelino Neiva, durante a vistoria realizada no dia 31/10/17, ao lado do deputado Gil Pereira.

Entre as finalidades do projeto, que prevê a construção de duas barragens, destacam-se o abastecimento humano, a agricultura irrigada, a regularização de vazões e o controle de cheias, além da geração de energia elétrica.

Pertencente à Bacia do Rio São Francisco, a Barragem de Jequitaí garantirá o lançamento de 34 m³/s de água no rio, volume superior ao necessário à transposição: 26 m³/s. O Projeto Jequitaí prevê a construção de dois barramentos, o que possibilitará irrigação de 35 mil hectares em área agrícola e geração de cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos em 12 municípios. A produção anual estimada é superior a 520 mil toneladas de alimentos (principalmente fruticultura), quando o projeto estiver inteiramente implantado.


 

8º Fórum Mundial da Água, em Brasília, até sexta-feira (23/03/18)

Mudanças climáticas

A mesa de debates “Paz Azul” avaliou que as mudanças climáticas induzidas pelo ser humano, o rápido crescimento populacional e urbano e a deterioração da qualidade da água são alguns dos “grandes desafios do século 21”.

Confira link do G1 (19/03/18):

Fórum Mundial da Água: 1 em cada 6 cidades do Brasil corre risco hídrico

Confira link do G1 (20/03/18):

Falta de água afetará 5 bilhões de pessoas até 2050, diz ONU

Confira link da Revista Época NEGÓCIOS (19/03/18):

TECNOLOGIAS DE REFORÇO À INFRAESTRUTURA HÍDRICA E DE CONVIVÊNCIA COM A SECA

Confira projetos estratégicos no conjunto do trabalho do deputado Gil Pereira, incluindo o período como secretário de Estado (2011/2014), quando foram assinados convênios junto ao Ministério da Integração Nacional da ordem de R$ 500 milhões, que estão ainda em execução: cisternas de placas (consumo e produção); cisternas de polietileno; barreiros; sistemas simplificados de abastecimento de água (SSA); e pequenas barragens. Com mais de 90% das obras concluídas, a Barragem de Viamão, em Mato Verde, garantirá também o abastecimento de Catuti e Pai Pedro: investimento total de R$ 48 milhões viabilizados à época junto àquele ministério.


 

Assista aos vídeos abaixo: